Linhas e projetos de pesquisa

O Programa de Pós-Graduação se organiza em Linhas e Projetos de Pesquisa:

Uma Linha de Pesquisa é definida como um domínio ou núcleo temático da atividade de pesquisa do Programa, que encerra o desenvolvimento sistemático de trabalhos com objetos ou metodologias comuns.

Um Projeto é entendido como uma atividade de pesquisa, desenvolvimento ou extensão realizada sobre tema ou objeto específico, com objetivos, metodologia e duração definidos, e desenvolvida individualmente por um pesquisador ou, conjuntamente, por uma equipe de pesquisadores.

 

Linha de Pesquisa:  Estudos tradutológicos, comparados e de processos interculturais

Aborda as teorias e práticas de tradução espanhol-português e/ou compara o funcionamento linguístico e discursivo nas formações sócio-históricas relacionadas a essas duas línguas. Também desenvolve pesquisas sobre ensino-aprendizagem de tradução no par linguístico português-espanhol de uma perspectiva cognitiva e realiza estudos descritivos baseados em corpora de tradução português-espanhol, envolvendo textos literários e textos multimodais, como quadrinhos e canções.

Projeto 1: Discurso e confronto político no brasil e na argentina contemporâneos: fatores em relação desigual na prática comparativa.
Descrição: É desenvolvida uma interrogação teórico-metodológica sobre a comparabilidade entre séries discursivas em línguas próximas, o português brasileiro e as modalidades argentinas do espanhol, focalizando os fatores que intervêm contraditoriamente nessa articulação complexa: funcionamento linguístico, implantação social, em cada país, de gêneros e outros agrupamentos do discurso, materialidade institucional e lugar social dos interlocutores, e memória discursiva. A indagação é realizada na comparação entre corpora de práticas discursivas contemporâneas caracterizadas pelo conflito político no espaço público.

Docentes: Adrián Pablo Fanjul (Responsável); María Teresa Celada.

Projeto 2: Normas, estratégias e registro na análise de corpora de traduções e em cursos de prática de tradução.
Descrição: Sistematização de metodologias de análise para aplicação em estudos descritivos da tradução e como parâmetros em cursos de prática de tradução. O projeto parte de propostas de Juliane House (1977, 1997, 2015) para avaliação de traduções, e de Chesterman (1997, 2016) para descrever operações realizadas em traduções e compor instrumental conceitual para cursos de tradução.

Docentes: Heloísa Pezza Cintrão (Responsável); Pablo Gasparini.

Linha de Pesquisa: Estudos sobre funcionamento linguístico, aquisição, ensino e aprendizagem

Analisa e descreve, a partir de diferentes perspectivas teóricas, o funcionamento da língua espanhola; os processos de aquisição, ensino e aprendizagem dessa língua por falantes do português; os processos relativos ao ensino da tradução e ao desenvolvimento das competências do tradutor; desenvolve pesquisas relacionadas à descrição do funcionamento linguístico/discursivo da língua espanhola, além de investigações dedicadas à comparação do funcionamento dessa língua com o português brasileiro e realiza estudos concernentes às metodologias e didáticas de ensino/aprendizagem do espanhol como língua estrangeira no contexto brasileiro.

Projeto 1: A Produção de Sentido em Diversas Práticas Discursivas. Com Foco no Discurso de Produção de Conhecimento e nos Discursos sobre a Língua..
Descrição: O objetivo é trabalhar os modos de produção de sentidos privilegiando a abordagem do discurso de produção de conhecimento bem como os discursos sobre a(s) língua(s) e as políticas vinculadas ao Ensino Superior e a outras dimensões do funcionamento social.  Na linha de análise proposta poderão  ser objeto de estudo discursos vinculados a outras práticas – especialmente, aqueles vinculados ao universo do que se conhece como “discurso político”.

Docentes: María Teresa Celada (Responsável). Adrián Pablo Fanjul.

Projeto 2: Gestos glotopolíticos, legislação e direitos linguísticos.

Descrição: Considerando que cabe à Glotopolítica o estudo de intervenções de vários tipos no espaço público das línguas e linguagens, o objetivo deste projeto é analisar os processos de produção e os efeitos da legislação linguística nos espaços de enunciação em que a língua espanhola circula, em contato e em conflito com outras línguas. Pretende-se tornar visíveis as determinações que incidem sobre as relações de línguas em espaços de enunciação delimitados, a partir da observação de textualidades jurídicas e legislativas que se vinculam à questão dos direitos de comunidades linguisticamente marginalizadas.

Docentes: Fernanda dos Santos Castelano Rodrigues (Responsável), María Teresa Celada.

Projeto 3: As Nominalizações na Produção não nativa de Brasileiros Aprendizes de Espanhol como Língua Estrangeira.
Descrição: Neste projeto propomos estudar as nominalizações, particularmente aquelas de de evento/processo. Tais nominalizações resultam da transformação de um verbo finito em um nome, com a consequente perda das marcas de tempo, aspecto e modo, e muitas vezes deixando de explicitar o desencadeador do evento ou processo nominalizado. Vinculando esta pesquisa à aquisição/aprendizagem de espanhol por brasileiros, um de seus objetivos é investigar se a ocorrência de nominalizações de evento/processo na produção não nativa está relacionada a mecanismos de inibição de outras construções e/ou a fatores de ordem discursiva. Como justificativa, considero que o projeto aportaria contribuições importantes aos estudos de aquisição de língua espanhola por brasileiros, as quais poderiam ser incorporadas ao ensino e à produção de materiais didáticos de ELE.

Docentes: Benivaldo José de Araújo Jr. (responsável) e Mônica Ferreira Mayrink O´Kuinghttons.

Projeto 4: Tendências teóricas e metodológicas no ensino e aprendizagem de espanhol em diferentes contextos.

Este projeto compreende estudos sobre o desenvolvimento de alunos e professores em contextos diversos de ensino e aprendizagem de espanhol. As reflexões consideram distintas perspectivas teóricas e metodológicas, possibilitando a compreensão dos processos de formação do professor e da aprendizagem do aluno, bem como a discussão de processos de avaliação, produção de materiais didáticos, desenvolvimento de metodologias, uso de tecnologias, estratégias e práticas de aprendizagem condizentes com contextos de ensino presencial e a distância.

Docentes: Mônica Ferreira Mayrink O´Kuinghttons (responsável) e Benivaldo José de Araújo Jr.

Projeto 5: A Produção e Compreensão do Espanhol em Contextos Formais de Ensino e em Contextos Laborais.
A partir de diferentes bases epistemológicas, este projeto observa a produção e a compreensão da língua espanhola tanto em contextos formais de ensino/aprendizagem (presencial ou à distância) como em contextos laborais. No caso dos contextos formais, o foco estará no ensino de ELE a aprendizes brasileiros, descrevendo e analisando o processamento (momento em que os aprendizes manipulam os dados da língua estrangeira) e o processo (sucessão de estados ou de mudanças). Em se tratando do contexto laboral, interessa-nos especialmente descrever e analisar fenômenos relacionados com o contato linguístico entre falantes de língua espanhola e falantes de língua portuguesa. Os estudos se desenvolvem em uma perspectiva comparada, no par espanhol-português.

Docentes: Benivaldo José de Araújo Jr. (responsável) e Mônica Ferreira Mayrink O´Kuinghttons.

Linha de Pesquisa: Formas e processos na literatura espanhola

Estuda os processos de formação e consolidação dos diversos gêneros literários espanhóis, a partir de variadas perspectivas teóricas e metodológicas. Desenvolve pesquisas em torno ao vasto repertório de dois grandes núcleos de estudos: a literatura dos séculos XVI e XVII espanhóis e a literatura espanhola contemporânea. Em ambos os campos se articulam estudos de formas discursivas e problemáticas significativas desses períodos, além de contemplar as relações entre a Espanha e a América Latina.

Projeto 1: Prosa, poesia e relações interartes na modernidade: diálogos ibero-americanos.
Descrição: O estudo contempla as propostas estéticas e literárias de escritores ibero-americanos contemporâneos em prosa e poesia e suas possíveis relações com as demais formas artísticas (cinema, artes plásticas e fotografia), a fim de pensar o estatuto da literatura e da arte na modernidade em diálogo crítico com processos sócio-históricos e políticos dos séculos XX e XXI.

Docentes: Margareth dos Santos (Responsável), Valeria De Marco.

Projeto 2: Processos de construção do cânon nas literaturas da Ibero-América.
Descrição: O projeto adota uma perspectiva comparatista e visa a examinar fundamentos histórico-filosóficos das práticas da historiografia e da crítica literárias para analisar tensões e obstáculos impostos por ambas à produção literária, sua (re)interpretação e a formação do público leitor. Situa-se no campo de estudos das contradições entre estética e discursos historiográficos e/ou críticos institucionalizados.

Docentes: Valeria De Marco (Responsável), Margareth dos Santos.

Projeto 3: Textos, intertextos e recepção de obras espanholas dos séculos XVI e XVII.
Descrição: Estudo de diferentes formas discursivas que compõem os textos em prosa, poesia e teatro da literatura espanhola dos séculos XVI e XVII e suas relações com a consolidação dos gêneros literários e com a recepção no contexto brasileiro.

Docentes: Maria Augusta da Costa Vieira (Responsável), Margareth dos Santos.

 

 

Linha de Pesquisa: Problemáticas estéticas e debates críticos na literatura latino-americana

Estuda processos e problemáticas literárias e teóricas dentro do complexo imaginário territorial, cultural e histórico da Literatura Latino-Americana. Foca sua pesquisa na contemporaneidade, a partir de eixos tais como memória, arquivo, experimentação e remodelações-impugnações do cânone. Desenvolve também estudos sobre a escrita ensaística e sobre as relações entre literatura e alteridade linguística. O seu campo de reflexão inclui, por outro lado, as problemáticas estéticas relevantes para esta literatura ao longo de sua história.

Projeto 1: Problemas estéticos na narrativa latino-americana.
Descrição: Estudo das manifestações literárias latino-americanas nos diversos gêneros e movimentos estéticos representativos (romance, novela, conto e gêneros híbridos), a partir de abordagens inovadoras, envolvendo apreciações intertextuais e conceitos teóricos que repensam a literatura em contextos de conotações sempre mutantes.

Docentes: Laura Janina Hosiasson (Responsável), Pablo Gasparini, Ana Cecilia Olmos.

Projeto 2: Políticas da escrita na literatura hispano-caribenha dos séculos XX e XXI.
Descrição: Este projeto de pesquisa busca analisar obras literárias e revistas de literatura que propõem rupturas ideoestéticas com a política cultural institucional.

Docentes: Idalia Morejón Arnaiz (Responsável), Adriana Kanzepolsky.

Projeto 3: Espaços discursivos do eu e do outro. Memória, intimidade, experiência e arquivo.
Descrição: A investigação indaga as diversas modalidades que adquirem as escritas articuladas em torno da memória, seja ela a memória própria, seja a memória do outro. Falamos de memória biográfica, mas também de memória textual. O projeto trabalha no entrecruzamento entre a recuperação do vivido, do dito, do escrito e o seu apagamento.

Docentes: Adriana Kanzepolsky (Responsável), Idalia Morejón Arnaiz.

Projeto 4: Por uma historiografia literária latino-americana linguisticamente diversa.
Este projeto tem por objetivo pesquisar momentos, textualidades e experiências que questionem a centralidade do castelhano na produção letrada da América Latina. Desta forma, privilegiam-se as análises da heterogeneidade linguística constitutiva da América Latina, as discussões históricas sobre o caráter e alcance das línguas e literaturas nacionais em contextos multilíngues, as leituras sobre as apropriações e contribuições da imigração, e os estudos sobre as literaturas da fronteira e do exílio, entre outros fenômenos que desafiam a continuidade entre território, língua e literatura.

Docentes: Pablo Gasparini (Responsável), Ana Cecilia Olmos